Segurados em pânico: INSS passa o facão e corta benefício de milhares com a mudança de lei


atrasados Seguro Pensionista do INSS (Foto: Reprodução / Internet)
Pensionista do INSS (Foto: Reprodução / Internet)

INSS passa o facão e corta benefício de milhares

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), uma instituição fundamental para milhões de brasileiros, passou por mudanças significativas com a implementação da Reforma da Previdência.

As modificações em vigor impactam diretamente os beneficiários que recebem o benefício de pensão por morte, provocando preocupações quanto às reduções nos direitos de saque e cortes nos benefícios.

SAIBA MAIS! Lista de veículos que não precisam de CNH é revelada e condutores estão eufóricos

A pensão por morte é um benefício previdenciário fornecido pelo INSS aos dependentes de um trabalhador falecido. Com a reforma, a regra de cálculo, o tempo de recebimento do benefício e o valor da pensão por morte foram substancialmente alterados.

Antes da reforma, o valor da pensão por morte correspondia a 100% do benefício de aposentadoria do falecido. Porém, a nova fórmula estabelece uma cota familiar inicial de 50%, acrescendo 10% para cada dependente, podendo atingir o limite de 100% de acordo com informações do portal Pronatec.

Além disso, é de grande importância ressaltar que o benefício no caso de dependentes (filhos) só é recebido até os 21 anos. Ou seja, após essa idade, a porcentagem passa a ser retirada do valor da cota familiar.

  • Menos de 21 anos: 3 anos;
  • Entre 22 e 27 anos: 6 anos;
  • Entre 28 e 30 anos: 10 anos;
  • Entre 31 e 41 anos: 15 anos;
  • Entre 42 e 44 anos: 20 anos;
  • A partir de 45 anos: Vitalício;

Dessa forma, a pensão por morte será vitalícia apenas se o dependente do falecido tiver pelo menos 45 anos de idade no momento do óbito.

Novas regras da pensão por morte do INSS assusta segurados (Imagem Reprodução Internet)
Novas regras da pensão por morte do INSS assusta segurados (Foto: Reprodução / Internet)

CALENDÁRIO DE NOVEMBRO JÁ ESTÁ DISPONÍVEL?

Aposentados e pensionistas do INSS estão prestes a receber os pagamentos referentes a novembro, e o cronograma já está definido. A distribuição dos benefícios começará no dia 24, seguindo critérios conhecidos pelos beneficiários.

A ordem de pagamento é organizada para priorizar a eficiência, começando pelos que têm direito a um salário mínimo. Em seguida, os beneficiários com valores mais elevados receberão.

  • Para quem recebe até um salário mínimo:

NIS final 1: 24 de novembro;
NIS final 2: 27 de novembro;
NIS final 3: 28 de novembro;
NIS final 4: 29 de novembro;
NIS final 5: 30 de novembro;
NIS final 6: 01 de dezembro;
NIS final 7: 04 de dezembro;
NIS final 8: 05 de dezembro;
NIS final 9: 06 de dezembro;
NIS final 0: 07 de dezembro;

  • Para quem recebe mais de um salário mínimo:

NIS finais 1 e 6: 01 de dezembro;
NIS finais 2 e 7: 04 de dezembro;
NIS finais 3 e 8: 05 de dezembro;
NIS finais 4 e 9: 06 de dezembro;
NIS finais 5 e 0: 07 de dezembro;

Aposentados do INSS tem três excelentes notícias em outubro (Foto: Reprodução/ Internet/ Montagem)
Aposentados do INSS tem três excelentes notícias (Foto: Reprodução / Internet)

 

 

Autor(a):

Diego Laureano

Paulistano com alma de carioca, sou formado em Jornalismo e pós-graduando em Marketing. Sou completamente apaixonado por comunicação. Escrever sobre atualidades, televisão e seus bastidores é a minha realização profissional, que faço com clareza, leveza, seriedade, humor e muito amor. Faço parte da equipe do Aaron Tura TV desde fevereiro de 2022, deixando os leitores atualizados sobre notícias relevantes, que são capazes de transformar a vida de nossos leitores!